sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Santos Anjos da Guarda


Santos Anjos da Guarda

02 de outubro

“Não te atingirá mal algum, nem o flagelo chegará à tua tenda, pois o Senhor ordenará aos seus anjos que te guardem em todos os teus caminhos”. (Sl 90, 10-11)


A palavra anjo significa “enviado”, ou mensageiro divino. A Igreja, para enaltecer a figura dos santos anjos da guarda, reserva o dia 2 de outubro, para que num só coração elevemos nossos corações a Deus em agradecimentos pelos nossos guardiões celestes.
Até o século XVI o culto aos anjos da guarda esteve unido ao de São Miguel, e tão somente em 1615 foi introduzido no calendário romano.
O Papa Paulo VI, no ano de 1970 instituiu a festa dos Santos Anjos da Guarda no dia 2 de Outubro.
O próprio Senhor falou a Moises: “Vou enviar um anjo que vá à tua frente, que te guarde pelo caminho... Respeita-o e ouve sua voz”. (Ex, 23, 20-21)
É comum que a primeira oração que os pais ensinem aos filhos é a oração do Anjo da Guarda; é quando pequenos o “Bom amiguinho”; quando crescem o “Amigo infalível e fiel”.
João XXIII, com seu jeito cheio de ternura, falou: “Confiem nos Anjos da Guarda, os amáveis mensageiros da nossa vontade. Que os anjos presentes em cada lar, falem do nosso desejo de obter harmonia social, boa moral, prática de caridade e a paz entre as nações. Aos pais de família: ensinem aos vossos filhos que nunca estão sozinhos, que um anjo esta ao seu lado... É consolador sentir este protetor especial perto de nós. Ele fomenta nossa intimidade com Deus”. E acrescentou que a idéia de convocar o Concílio Ecumênico Vaticano II, foi uma inspiração do seu Anjo da Guarda.
Devemos ao anjo da guarda um afeto todo especial e temos por obrigação amá-lo, honrá-lo e invocá-lo, pois é um grande amigo que temos e que vê incessantemente a face de Deus. Do primeiro sopro de vida ao ultimo suspiro, ele está ao nosso lado, sua missão termina ao entregar nossa alma a justiça divina. “Anjo da Guarda, minha companhia, guarda minha alma de noite e de dia”.
Os anjos já estavam presentes durante a criação dos céus estrelados, o que está evidenciado nas palavras de Deus a Jó: “Quando as estrelas foram criadas, todos os meus anjos entoaram cânticos de glorificação para mim”. (Jô, 38, 7)
“Para todos as pessoas que vivem há um Anjo da Guarda. Por isso ninguém se encontra sozinho”.
(Santo Padre Pio)

Somente no céu saberemos o quanto devemos ao nosso Anjo da Guarda, de quantos males fomos preservados, dos bens espirituais que adquiriu para nós, e todos os serviços que nos presta.
Pessoalmente, tenho pelo meu Anjo da Guarda, uma relação de intimidade além do devocionismo. Falo com ele constantemente, rogo seus cuidados, peço seus conselhos e orientações. Assim, sempre, me sinto amparado pelo fiel amigo que o Senhor me confiou.
“Se o Anjo da Guarda me admoestou acerca do Bem e falou ao meu coração, quando a consciência me chamava a sair do pecado, e eu desprezando as suas admoestações e o brado da consciência, continuei em pecados, terei castigo maior, porque além de pecar, desprezei a admoestação do anjo”. (Sto. Antônio de Pádua)
Santo Anjo do Senhor, meu zeloso e guardador... Obrigado, fiel amigo, e perdão pelas vezes que não te ouvi!

Paz e Bem!

Nenhum comentário: